Entendam

Deus não esta em templos, muros, placas, não! Ele esta dentro de você, NÃO somos pecadores desde que nascemos, isso é uma mentira, somos seres divinos e mágicos e temos essa essência masculina e feminina da fonte criadora dentro de cada um, não esta nas mãos de extraterrestres salvar o mundo, esta nas mãos dos seres que aqui habitam, o que eles podem fazer é auxiliar no processo, mas não virão aqui nos tomar pelas mãos como se fossemos bebês e nos DAR um planeta novinho em folha para destruirmos NOVAMENTE, ou aprendemos a tratar bem do nosso, ou seremos expulsos pela própria Terra.
Parem de buscar Deus em coisas materiais, se você não aprender a se respeitar, se amar, não vai encontrar Deus, vai se iludir, vai chorar, entrar em depressão e o pior não vai entender que a mudança começa de dentro para fora e que viver é um presente não um pecado ou castigo.
Como diria um anjo: "O amor é o sábio que nos guia"
Como diria Gandhi " Não busque o caminho para a felicidade, a felicidade é o caminho."

Grande abraço a todos e Bem Vindos ao Life's Changing
Welcome - Bienvenido
Pri

Estamos aqui ó

31 de dezembro de 2011

Saiba o seu tamanho entre o macro cosmos e o micro cosmos


Que tal comparar o seu tamanho em relação ao universo? Uma belíssima animação em Flash disponibilizada no site Primax Studio mostra, em escala, o tamanho dos seres humanos em relação a objetos microscópicos e também se comparados a galáxias inteiras. Eu diria que é encantador e frustrante ao mesmo tempo. Quando desloquei a barrinha do centro para a esquerda pensei em como somos frágeis e somos mortos por seres, os quais nem sonhamos enxergar a olho nu. Porém, quando desloquei a barrinha do centro para a direita, não pude evitar o seguinte pensamento: Como ainda há pessoas que dizem: "Você sabe com quem está falando?" Eu não sei, não sei nem quem eu sou...
Obrigada Daniel e Reginamaste do http://existenciaconsciente.blogspot.com  pela postagem, a mim tocou de uma tal forma que não tenho palavras.

28 de dezembro de 2011

O SANTO GRAAL

O Cálice Sagrado em que Jesus teria bebido é um mistério muito maior do que uma simples leitura de romances arthurianos pode revelar. Ele teria realmente existido? Resistiu ao tempo? Quem eram seus guardiões?




Em um país de maioria católica como o Brasil, a figura do Graal é tida, comumente, como a da taça que serviu Jesus durante a Última Ceia e na qual José de Arimatéia teria recolhido o sangue do Salvador crucificado proveniente da ferida no flanco provocada pela lança do centurião romano Longino ("Ao chegarem a Jesus, vendo-O já morto, não Lhe quebraram as pernas, mas um dos soldados perfurou-Lhe o lado com uma lança e logo saiu sangue e água" - João19:33-34). A Igreja Católica não dá ao cálice mais do que um valor simbólico e acredita que o Graal não passa de literatura medieval, apesar de reconhecer que alguns personagens possam realmente haver existido. É provável que as origens pagãs do cálice tenham causado descontentamento à Igreja. Em Os mistérios do Rei Artur, Elizabeth Jenkins ressalta que "no mundo do romance, a história era acrescida de vida e de significado emocional, mas a Igreja, apesar do encorajamento que dava às outras histórias de milagres, a esta não deu nenhum apoio, embora esta lenda seja a mais surpreendente do ponto de vista pictórico. Nas representações de José de Arimatéia em vitrais de igrejas, ele aparece segurando não um cálice, mas dois frascos ou galheteiros". Alguns tomam o cálice de ágata que está na igreja de Valência, na Espanha, como aquele que teria servido Cristo mas, aparentemente, a peça data do século XIV. Independente da veneração popular, esta referência é fundamental para o entendimento do simbolismo do Santo Graal já que, como explica a própria Igreja em relação à ferida causada por Longino, "do peito de Cristo adormecido na cruz, sai a água viva do batismo e o sangue vivo da Eucaristia; deste modo, Ele é o cordeiro Pascal imolado".





Origem - A etimologia da palavra Graal é um tanto duvidosa, mas costuma-se considerá-la como oriunda do latim gradalis - cálice. Com o brilho resplandecente das pedras sobrenaturais, o Graal, na literatura, às vezes aparece nas mãos de um anjo, às vezes aparece sozinho, movimentando-se por conta própria; porém a experiência de vê-lo só poderia ser conseguida por cavaleiros que se mantivessem castos. Transportado para a história do Rei Arthur, onde nasce o mito da taça sagrada, encontramos o rei agonizante vendo o declínio do seu reino. Em uma visão, Arthur acredita que só o Graal pode curá-lo e tirar a Bretanha das trevas. Manda então seus cavaleiros em busca do cálice, fato que geraria todas as histórias em torno da Busca do Graal. É interessante notar que a água é uma constante na história de Arthur. É na água que a vida começa, tanto a física como a espiritual. Arthur teria sido concebido ao som das marés, em Tintagel, que fica sob o castelo do Duque da Cornualha; tirou a Bretanha das mãos bárbaras em doze batalhas, cinco das quais às margens de um rio; entregou sua espada, Excalibur, ao espírito das águas e, ao final de sua saga, foi carregado pelas águas para nunca mais morrer. Certo de que sua hora havia chegado, Arthur pede a Bedivere que o leve à praia, onde três fadas (elemento ar) o aguardam em uma barca. "Consola-te e faz quanto possas porque em mim já não existe confiança para confiar. Devo ir ao vale de Avalon para curar a minha grave ferida", diz o rei. Avalon é a mítica ilha das macieiras onde vivem os heróis e deuses celtas e onde teria sido forjada a primeira espada de Arthur - Caliburnius. Na Cornualha, o nome Avalon - que em galês refere-se à maçã - é relacionado com a festa das maçãs, celebrada durante o equinócio de outono. Acreditam alguns que Avalon é Glastonbury, onde tanto Arthur quanto Guinevere teriam sido enterrados. A abadia de Glastonbury, onde repousaria o casal, é tida também como o lugar de conservação do Graal.



O mito - A primeira referência literária ao Graal é O Conto do Graal, do francês Chrétien de Troyes, em 1190. Todo o mito - e uma série interminável de canções, livros e filmes - sobre o rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda tiveram seu início ali. Tratava-se de um poema inacabado de 9 mil versos que relata a busca do Graal, da qual Arthur nunca participou diretamente, e que acaba suspensa. Um mito por si só, O Conto do Graal é uma obra de ficção baseada em personagens e histórias reais que serve para fortalecer o espírito nacionalista do Reino Unido, unindo a figura de um governante invencível a um símbolo cristão. Mas por que o cálice teria sido levado para a Inglaterra? Do ponto de vista literário, já foi explicado. Porém há outras histórias muito mais interessantes - e ousadas - para explicar isto. Diz-se que durante sua permanência na Cornualha, Jesus havia recebido em dádiva um cálice de um druida convertido ao cristianismo (isto entendido como "o que era pregado por Cristo"), e por aquele objeto Jesus tinha um carinho especial. Após a crucificação, José de Arimatéia quis levá-lo, santificado pelo sangue de Cristo, ao seu antigo dono, o druida, que era Merlin, traço de união entre a religião celta e a cristã. É na obra de Robert de Boron, José de Arimatéia, que o mito retrocede no templo até chegar a Cristo e à última Ceia. José de Arimatéia (veja box ao final deste artigo) era um judeu muito rico, membro do supremo tribunal hebreu - o Sinédrio. É ele que, como visto nos evangelhos, pede a Pilatos o corpo de Jesus para ser colocado em um sepulcro em suas terras.

Boron conta que certa noite José é ferido na coxa por uma lança (perceba também, sempre presente, as referências às lanças e espadas, símbolos do fogo, tanto nas histórias de Jesus como de Arthur). Em outra versão, a ferida é nos genitais e a razão seria a quebra do voto de castidade. Este fato está totalmente relacionado à traição de Lancelot que seduz Guinevere, esposa de Arthur. Após a batalha entre os dois, a espada de Arthur, Caliburnius, é quebrada - pois é usada para fins mesquinhos - e jogada em um lago onde é recolhida pela Dama do Lago antes que afunde. Depois lhe é oferecida outra espada, esta sim, Excalibur. Somente uma única vez Boron chama a taça de Graal. Em um inciso, ele deduz que o artefato já tinha uma história e um nome antes de ser usado por Jesus: "eu não ouso contar, nem referir, nem poderia fazê-lo (...) as coisas ditas e feitas pelos grande sábios. Naquele tempo foram escritas as razões secretas pelas quais o Graal foi designado por este nome". José de Arimatéia foi, portanto, o primeiro custódio do Graal. O segundo teria sido seu genro, Bron. Algumas seitas sustentam que o ciclo do Graal não estará fechado enquanto não aparecer o terceiro custódio. Esta resposta parece vir com A Demanda do Graal, de autor desconhecido, que coloca Galahad como único entre os cavaleiros merecedor de se tornar guardião do Graal.


O Graal-pedra - Toda a história é mudada quando contada pelo alemão Wolfram von Eschenbach, quase ao mesmo que Boron. Em Parzifal, Eschenbach coloca na mão dos Templários a guarda do Graal que não é uma taça, mas sim uma pedra: Sobre uma verde esmeralda,/ Ela trazia o desejo do Paraíso:/ Era objeto que se chamava o Graal! Para Eschenbach, o Graal era realmente uma pedra preciosa, pedra de luz trazida do céu pelos anjos. Ele imprime ao nome do Graal uma estreita dependência com as força cósmicas. A pedra é chamada Exillis ou Lapis exillis, Lapis ex coelis, que significa "pedra caída do céu". É a referência à esmeralda na testa de Lúcifer, que representava seu Terceiro Olho. Quando Lúcifer, o anjo de Luz, se rebelou e desceu aos mundos inferiores, a esmeralda partiu-se pois sua visão passou a ser prejudicada. Uma dos três pedaço ficou em sua testa, dando-lhe a visão deformada que foi a única coisa que lhe restou. Outro pedaço caiu ou foi trazido à Terra pelos anjos que permaneceram neutros durante a rebelião. Mais tarde, o Santo Graal teria sido escavado neste pedaço. Compare o Graal-pedra de Eschenbach com a não menos mítica Pedra Filosofal que transformava metais comuns em ouro, homens em reis, iniciados em adeptos; matéria e transmutação, seres humanos e sua transformação. O alemão têm como modelo de fiéis depositários do cálice sagrado os Cavaleiros Templários. Seria Wolfran von Eschenbach um Templário? Era a época em que Felipe de Plessiez estava à frente da ordem quase centenária. O próprio fato de ser a pedra uma esmeralda se relaciona com a cavalaria. Os cavaleiros em demanda usavam sobre sua armadura a cor verde, sinônimo de vitalidade e esperança. Malcom Godwin, escritor rosacruz, refere-se a Parzifal da seguinte maneira: "Muitos comentadores argumentaram que a história de Parzifal contém, de modo oculto, uma descrição astrológica e alquímica sobre como um indivíduo é transformado de corpo grosseiro em formas mais e mais elevadas". Nesta obra que é um retrato da Idade Média - feito por quem sabia muito bem sobre o que estava falando - reconhece-se uma verdadeira ordem de cavalaria feminina, na qual se vê Esclarmunda, a virgem guerreira cátara, trazendo o Santo Graal, precedida de 25 segurando tochas, facas de prata e uma mesa talhada em uma esmeralda. Na descrição do autor da cena de Parzifal no castelo do rei-pescador (que, assim como Jesus, saciara a fome de muitas pessoas multiplicando um só peixe) lemos: "Em seguida apareceram duas brancas virgens, a condessa de Tenabroc e uma companheira, trazendo dois candelabros de ouro; depois uma duquesa e uma companheira, trazendo dois pedestais de marfim; essas quatro primeiras usavam vestidos de escarlate castanho; vieram então quatro damas vestidas de veludo verde, trazendo grandes tochas, em seguida outras quatro vestidas de verde (...). "Em seguida vieram as duas princesas precedidas por quatro inocentes donzelas; traziam duas facas de prata sobre uma toalha. Enfim apareceram seis senhoritas, trazendo seis copos diáfanos cheios de bálsamo que produzia uma bela chama, precedendo a Rainha Despontar de Alegria; esta usava um diadema, e trazia sobre uma almofada de achmardi verde (uma esmeralda) o Graal, ‘superior a qualquer ideal terrestre’".

As histórias que fazem parte do chamado "ciclo do Graal" foram redigidas de 1180 até 1230 o que nos inclina a relacioná-las com a repressão sangrenta da heresia cátara. Conta-se que durante o assalto das tropas do rei Felipe II à fortaleza de Montsegur, apareceu no alto da muralha uma figura coberta por uma armadura branca que fez os soldados recuarem, temendo ser um guardião do Graal. Alguns historiadores admitem que, prevendo a derrota, os cátaros emparedaram o Graal em algum dos muros dos numerosos subterrâneos de Montsegur e lá ele estaria até hoje.

A "Mesa de Esmeralda" evocada pelas histórias de fundo cátaro relacionam-se de maneira óbvia com outra "mesa": a Tábua de Esmeralda atribuída a Hermes Trimegistos. A partir daí o Graal-pedra cede lugar ao Graal-livro.


O Graal-livro - O Graal-taça é tido como um episódio místico e o Graal-pedra como a matéria do conhecimento cristalizado em uma substância. Já o Graal-livro é a própria tradição primordial, a mensagem escrita. Em José de Arimatéia, Robert de Boron diz que "Jesus Cristo ensinou a José de Arimatéia as palavras secretas que ninguém pode contar nem escrever sem ter lido o Grande Livro no qual elas estão consignadas, as palavras que são pronunciadas no momento da consagração do Graal". De fato, em Le Grand Graal, continuação da obra de Boron por um autor anônimo, o Graal é associado - ou realmente é - um livro escrito por Jesus, o qual a leitura só pode entender - ou iluminar - quem está nas graças de Deus. "As verdades de fé que este contém não podem ser pronunciadas por língua mortal sem que os quatro elementos sejam agitados. Se isso acontecesse realmente, os céus diluviariam, o ar tremeria, a terra afundaria e a água mudaria de cor". O Graal-livro tem um terrível poder.


Um Graal científico - N’ O Livro da Tradição, no capítulo referente ao Graal, encontramos interessantes referências aos espetaculares fenômenos desencadeados pelas esmeraldas e por outras pedras verdes. Vale a pena reproduzir um trecho que mostra como encarar um assunto de um ponto de vista religioso, místico ou científico, isoladamente é sempre uma maneira pobre de fazer uma leitura. "Uma descoberta muito recente parece confirmar a hipótese de um Graal possuindo uma realidade a um só tempo sobre os planos espiritual e material, servindo o segundo como um suporte para o primeiro. "Segundo fontes precisas e confidenciais das quais não nos é possível indicar a origem, os astronautas americanos da expedição da Apolo XIV teriam descoberto na Lua amostras da pedra verde. "A análise em laboratório revelou estranhas propriedades entre as quais a de provocar, graças a certas emissões de nêutrons, um minicampo antigravitacional. "As mesmas pedras verdes, chamadas ‘pedras de lua’ ou ‘pedras das feiticeiras’, são também encontradas na Escócia (sendo entretanto raras), nas highlands e, segundo a lenda, serviam às feiticeiras para fazer com que elas se deslocassem pelos ares (com que então muitas vezes a realidade supera a ficção!). "As mesmas amostras de rochas verdes estariam engastadas nos alicerces das criptas das catedrais medievais, bem como na abadia do Monte Saint-Michel. A catedral de Colônia desfrutaria dessa particularidade, o que teria feito com que ela se beneficiasse com uma miraculosa proteção por ocasião dos bombardeios terríveis que destruíram a cidade em 1944-45 (o campo de força assim criado teria desviado a trajetória das bombas)". É lógico que esta explicação física para o Graal não exclui a existência de um Graal espiritual e místico do qual o objeto material seria o reflexo. Ao final, pergunta-se: qual a natureza do Graal? Cálice, pedra ou livro? Sendo o Graal uma realidade nos planos espiritual, material e humano podemos concebê-lo como "um objeto-pedra (esmeralda) em forma de taça servindo como meio de comunicação entre o céu e a terra segundo um processo descrito e explicado por um livro". Somente homens puros (Percival e Galahad são os arquétipos) poderão servir como ponte e tornarem-se detentores do segredo do Graal que abre caminho aos planos superiores da existência. Esta raça pura, filha da "raça solar", é denominada "raça do Arco" - ou do "arco-íris", porque as cores expressas no prisma solar (também chamado lenço de Íris) são a manifestação física dos diferentes poderes que o homem pode despertar através do Graal. Isso possivelmente só será conseguido no final dos tempos, como encontramos no Apocalipse de João (4:2-3): "Logo fui arrebatado em espírito e vi um trono no céu, no qual Alguém estava sentado. O que estava sentado era, na aparência, semelhante à pedra de jaspe e de sardônio; e um arco-íris rodeava o trono, semelhante à esmeralda".




José de Arimatéia, um "judeu-cristão"


Robert de Boron conta que os judeus, ao descobrirem José de Arimatéia, prendem-no em uma cela sem janelas onde todos os dias uma pomba se materializa deixando-lhe uma hóstia, seu único alimento durante todo o cárcere, graças ao qual sobrevive. José esconde a taça que Jesus usou na Última Ceia, a mesma que ele próprio usou para recolher o sangue de Cristo antes de colocá-lo na tumba. Ao ser libertado, viaja para a Inglaterra com um grupo de seguidores e funda a Segunda Mesa da Última Ceia, ao redor da qual sentam doze pessoas (conforme a Távola Redonda). No lugar de Cristo é colocado um peixe. O assento de Judas Escariostes fica vazio e quando alguém tenta ocupá-lo é "devorado pelo lugar" de forma misteriosa. A partir desse momento esse assento é conhecido como a Cadeira Perigosa (mesmo nome do assento da Távola Redonda que também ficava vazio e só poderia ser ocupado pelo "cavaleiro mais virtuoso do mundo". Em algumas versões, é o assento de Lancelot que sempre fica vazio. Lancelot, o mais dedicado cavaleiro, que assim como Judas em relaçao a Jesus, era o que mais amava Arthur e também o que o traiu). José de Arimatéia fundou sua congregação em Glastonbury. No lugar onde teria edificado sua igreja com barro e palha há os restos de uma abadia muito posterior. A mesma onde se diz estarem enterrados Arthur e Guinevere e onde estaria o Santo Graal.




fonte: http://users.hotlink.com.br/egito/santgrl.htm

O Priorado de Sião


De acordo com as divulgações sobre o priorado de Sião por Pierre Plantard, recolhidas pelos autores anglo-saxónicos Henry Lincoln, Michael Baigent e Richard Leigh e publicadas na obra Holy Blood, Holy Grail, o Priorado de Sião teria sido uma sociedade secreta fundada em Jerusalém, em 1099, que jurara proteger um segredo acerca do Santo Graal, entendido por estes autores como uma hipotética descendência humana de Jesus Cristo.


História:


O Priorado de Sião foi declarado legalmente como uma associação francesa a 20 de Julho de 1956. O pedido de autorização de constituição foi efetuado a 7 de Maio de 1956, na Sub-Prefeitura de Polícia de Saint-Julien-en-Genevois (Alta Sabóia), mediante uma carta assinada pelos quatro fundadores: Pierre Plantard (1920-2000), André Bonhomme, Jean Deleaval e Armand Defago. A sede social estava estabelecida na casa de Plantard, em Sous-Cassan, Annemasse, na Alta Sabóia. O texto de constituição, conforme consta no Journal Officiel, número 167, segundo Pierre Jarnac, é o seguinte: “25 juin 1956. Déclaration à la sous-préfecture de Saint-Julien-en-Genevois. Prieuré de Sion. But: études et entr’aide des membres. Siège social: Sous-Cassan, Annemasse (Haute-Savoie).”.


O objecto da sociedade era:


“A constituição de uma ordem católica, destinada a restituir numa forma moderna, conservando o seu carácter tradicionalista, o antigo cavaleiro, que foi, pela sua acção, a promotora de um ideal altamente moralizante e elemento de um melhoramento constante das regras de vida da personalidade humana”.


O Priorado e os Templários:

Segundo Plantard, os Cavaleiros Templários e o Priorado de Sião seriam duas facetas de uma mesma organização: a primeira pública e a última secreta. Plantard afirmava que a Igreja Católica tinha traído os Merovíngios ao legitimar a dinastia carolíngia. Segundo Plantard, o Priorado teria como missão proteger os descendentes da dinastia merovíngia, organizando-se contra a Igreja Católica:


“… os descendentes merovíngios estiveram sempre na base de todas as heresias, desde o arianismo, passando pelos cátaros e pelos templários até à franco-maçonaria. Com o nascimento do protestantismo, Mazarin em Julho de 1659 fez destruir o seu [dos descendentes merovíngios] castelo de Barberie que datava do século XII (Nièvre, França). Esta casa não tem gerado através dos séculos senão agitadores secretos contra a Igreja…”


Segundo Plantard, em 1188 o Priorado de Sião ter-se-ia separado dos Templários, passando a operar às escondidas (Plantard chamou a esta separação “corte do olmo”), tornando-se uma “sociedade secreta” da elite, enquanto os Templários foram violentamente atacados pelo rei francês Filipe IV, o Belo e pelo Papa Clemente V. Em 13 de Outubro de 1307, Filipe IV ordenou a prisão de todos os Cavaleiros Templários. Este evento deu origem à superstição do azar nas sextas-feiras 13. Uma lenda diz que na noite anterior à detenção, um número desconhecido de Cavaleiros teria partido de França com dezoito navios carregados com o lendário tesouro da Ordem. Uma parte desses navios teria aportado na Escócia e os Templários ter-se-iam fundido noutros movimentos, fazendo sobreviver as suas ideias heréticas ao longo dos séculos seguintes sob a capa dos ritos maçons.

Os Videos..>>

Os Protocolos dos Sábios de Sião são o documento mais satânico da história mundial! Ele relaciona sistematicamente todos os passos necessários para estabelecer a Nova Ordem Mundial e seu super-homem, o Antimessias. Um documentário proibido, pois eles temem que a população descubra seus podres. Esse é o maior segredo das 13 famílias que comanda o mundo. Chegou o momento de você descobrir o maior segredo dos Khazares(judeus). Descubra quem são os verdadeiros descendentes dos Hebreus Israelitashttp://hebreusisraelitas.blogspot.com...












A Misteriosa Esfinge de Gizé


Entre os anos de 1816 e 1818, o capitão Giovanni Batista Caviglia se encarregou de desenterrar a Esfinge e os templos que a rodeiam. Sua proximidade com a pirâmide de Quéfren foi imediatamente a razão para associar sua construção a figura deste faraó, defendendo inclusive a tese de que o rosto da Esfinge é do próprio Quéfren (2520-2494 a.C.). Desde então essa teoría tem permanecido até nossos tempos, e uma das peças fundamentais de cronologia estabelecida da história do Egito por parte da egiptologia oficial.
Com 57 metros de longitude e quase 20 de altura, construídos em só um bloco de rocha natural, permanece grande parte de sua história enterradas pelas areias do deserto. Conta a lenda que por volta do ano 1400 a.C. o Faraó Tutmosis IV, um dia quando ainda era príncipe caiu cansado a smobra da cabeça da Esfinge que sobresia da areia, de repente a Esfinge abriu a boca e falou, dizendo-lhe que era o Deus Haratche-Chepere-Ra-Atón e que em troca do então príncipe desenterrá-lo, lhe prometia a coroa do Egito e o faria possuidor de riquezas inimagináveis.
Tal como as cronologias recolhidas por diversos autores, a Esfinge também sinalava que a história do Egito se remonta a muito mais tempo do que os estudos conseguem provar. J.A.West em colaboração com o geofísico Thomas Dobecki e o geólogo Robert Schoch da universidade de Boston, levaram a cabo uma minusciosa analise da rocha da Esfinge, o qual concluia que a formação da Esfinge poderia ser fruto da erosão da chuva. Mas, chuva no Egito? Quando?. Este era o ponto crucial, pois chuva no Egito existiu antes da mudança climática que assolou o deserto do Saara no fim da ultima era glacial.

26 de dezembro de 2011

A História Secreta Americana Pt 1





Você acredita em uma grande conspiração?


Você acredita que Oswald agiu sozinho?


Você acredita que o governo é corrupto?


Se sim, então até que ponto esta disposto a abrir os olhos e mente para ver?

Por que é que há mudanças nas coisas, mas elas permanecem as mesmas? 


Por que a sociedade parece sempre não crescer? 

A maioria das pessoas crescem pensando que o mundo é muito grande e acreditamos que o mundo esta da maneira que esta hoje, porque este é o sentido que a humanidade tem tomado e escolhido.
O caminho que estamos tomando como uma nação na América e como raça humana no planeta Terra está sendo pavimentada para nós com antecedência e vendido para nós, visando um lucro.
Muitas pessoas falam sobre conspirações, como

WATERGATE


Contra Irã


A S & L SCANDAL (Poupança e Empréstimo)




SURPRESA outubro


KENNEDY


Os maçons






e até ALIENS GREY


Mas muito poucas pessoas conhecem os fatos reais o suficiente para explicá-los, porque eles não são pesquisados. Como a informação se resume a pipeline torna-se distorcida e confusa, porque a maioria das pessoas que repassam as informações não conhecem a história inteira, não pesquisam, e eles tendem a ser tendenciosos, bem como (eles tendem a ter um ângulo na informação e querem colocar para fora, geralmente porque tem um motivo interior.) Eu tenho pesquisado a cerca de sete anos e acredito ser verdade porque tem base em sua maioria de fatos concretos.
Por pelo menos cinco a dez mil anos, a humanidade tem conhecimento de factos mais científica e espiritual do que atualmente estamos cientes de hoje como uma grande sociedade e nação.


As bibliotecas de Alexandria, que realizou a coleta de maior conhecimento do mundo, existiam há milhares de anos atrás o Egito.


Os essênios eram apenas uma seita secreta de gnósticos (Mantenedores do Conhecimento) que existiam cerca de dois mil anos atrás.


Desde os primeiros tempos de grupos e religiões pagãs natureza, o sol tem sido considerado um símbolo da vida.


Os antigos acreditavam que quando o sol exalava a sua energia, ele estava dando vida para nós.


Eles acreditavam que o dom de Deus, a luz do mundo é toda salvação, porque Ele ressuscitou. Ele é, portanto, o nosso eterno Salvador.


Sempre houve uma luta entre as forças de Luz e as Trevas no mundo. Quando o sol vai para baixo e ele torna-se escuro, não podemos ver.


Nós, naturalmente, tememos o que não sabemos e já que não podemos ver no escuro, não sabemos o que está lá e temos medo.


Quando o sol SET (Satanás), ele iria ficar ESCURO. Mas quando o sol estava no horizonte (Horus, se traduz em Jesus), seria chamado de Salvador. Isso formou a base para o cristianismo primitivo.


Os essênios, bem como outras sociedades secretas em torno dos tempos foram sacerdócios, assim a Igreja primitiva era um centro de conhecimento estabelecidas com IDEAS CODIFICADO simbolicamente em texto religioso.



Depois de um tempo, os símbolos perdem o sentido, exceto para aqueles que são iniciados. Essencialmente, eles tinham conhecimento de energias arquetípicas que o Espírito de vínculo ou link para a matéria. Estas energias são expressas em matemática e Geomatria grega chamada Geometria Sagrada . A palavra significa OCCULT HIDDEN. Eles levaram o conhecimento, escondeu-o, e fez dele parecer ser do mal, para que eles pudessem conhecê-lo, nós não, e eles poderiam, então, controlar-nos muito mais fácil. Isto permitiu uma guilda início de pedreiros, ou maçons, a ser estabelecida, tornando-se possível construir grandes pirâmides, etc



Agora, se todos sabiam como construir uma pirâmide, então não só a tumba do Faraó ser superior a cottage Joe vizinho, mas os maçons também perder muito dinheiro construindo grandes castelos e igrejas por toda a Europa. Esta foi a base para o capitalismo primitivo, mas vamos discutir isso mais tarde.
Ingestão de cogumelo sagrado e fumar maconha- xamãs são líderes espírito tribo em um sentido e que praticam induzir um estado de consciência na tribo guerreira para substituir temporariamente a sua consciência com a consciência animal para executar determinadas tarefas ou aprender lições espirituais ou princípios. Havia grupos especiais de cultos assassino que foram treinados em tempos anteriores usando substâncias como o haxixe e eles eram chamados de "Hashishans" ou "assassinos". Embora estas duas práticas não sejam idênticas, eles são semelhantes e relacionados. Enquanto o primeiro exemplo pode ser considerado o controle da mente no início natural, no sentido de aprender a controlar sua própria mente, o segundo exemplo poderia ser considerado o controle da mente manipuladora no sentido de que os participantes foram treinados sob alucinógenos para matar ou parar Deus "Allah".
Assassinos, bem como uma sociedade chamada A Ordem de Senhora de Sion apareceu ao mesmo tempo em torno de 1090 AD. Fora de A Ordem da Senhora de Sion chegou Notre Dame de Sion e cinco dos nove dos fundadores da Ordem dos Templários vieram nesta ordem. Os Templários e Assassinos tinha assuntos interligados e filosofias. Eles também tiveram lutas em curso, bem como transações comerciais.



A pronuncia Templários votos de pobreza e, entretanto, acumulou grandes fortunas para a igreja (na verdade eles mesmos), e foram responsáveis ​​pelo financiamento das Cruzadas e outras sangrentas guerras religiosas. Eles também foram alguns dos primeiros a criar bancos em Jerusalém. Estes foram os bancos Templo que ocasionalmente foram invadidos por seu ouro. Isto forçou os Templários para desenvolver filiais bancárias, ou, colocando seu dinheiro em vários lugares para que ele não começasse a tomar todas de uma vez.

Este é o lugar onde a idéia de um banco central e filiais locais vem, que se tornou o modelo para o sector bancário na Europa e América. Ordem dos Templários tornou-se mais popular quando foram expostos no século XIV e banido pelo rei. Jacques de Moley foi queimado na fogueira por ser homossexual e herege.
Uma parte da riqueza dos Templários foi apreendido pelo rei e entregue a sua sociedade irmã, chamada de Hospitalários Cavaleiros, que eram um ramo dos Templários responsável pela assistência médica no reino. Há evidências que sugerem que os Templários podem ter levado-se em como os Rosacruzes para o próximo par de séculos. Isso realmente não importa muito, muito embora todas essas ordens ou sociedades secretas são desdobramentos de outros. Eles são todos maçons na natureza devido à natureza da informação que eles possuem.
As sociedades secretas e mesmo antigas famílias linhagem europeia está no controle do mundo de hoje. Para entender melhor o que eles fazem, nós precisamos olhar para as suas filosofias e idéias.Um lema deles é "Ordo ab Chao" ou "fora da ordem ou o caos". Primeiro, eles criam o caos, então a solução que propõem, ORDEM, secretamente nos bastidores para controlar uma determinada situação. Existem diferentes áreas da Maçonaria e é tudo uma hierarquia de poder. Ocasionalmente, grupos maçônicos irá trabalhar uns contra os outros no fórum público através das agências que eles controlam, mas podem ser unidos nos bastidores. Você vai ver exemplos do que quero dizer muito em breve.
As lojas maçônicas, primeiro, esse nome apareceu na Inglaterra em 1600 e dentro de um século, eles estavam espalhados por toda a Europa, incluindo Alemanha e França e as colônias da América. Um dos propósitos de que serviam era como um fórum para as pessoas de elite para se reunir e discutir as suas opiniões políticas e sociais, sem medo de perseguição religiosa.
Lembre-se, apenas um par de séculos anteriores em Roma, na Idade das Trevas, eles iriam matá-lo se você não acredita que a Lua era feita de queijo verde. Em Roma, eles perceberam que não poderiam governar o mundo por si mesmos e que eles precisariam de um consenso das nações ou Reino Unido e as Nações Unidas. O símbolo para o fascismo é um feixe de varas envolto em conjunto com um machado ou um machado vinculados a ela.
*facismo:  O fascismo é um regime autoritário de extrema-direita desenvolvida por Benedito Mussolini, a partir de 1919 na Itália. 
O termo fascismo deriva de fascio, nome do grupo político que surgiu na Itália no fim do século XIX e começo do século XX. 



Ela representa um consenso mundial de poder ou POWER AXIS. Ela aparece na bandeira de hoje do Senado dos EUA e na parte de trás do mercúrio americano centavo 1916-1945. Embora houvesse várias sociedades iluminado por aí chamando-se iluminado, foi em 01 de maio de 1776 que o professor Adam Weishaupt juntos uma sociedade secreta chamada "Illuminati". Seu único propósito era segredo para controlar o mundo.

24 de dezembro de 2011

Boas festas!!!!

Galera ufológica!
Esse ano foi para mim um ano de descobertas, muitas me deixaram pasma por conseguir enxergar a mentira na qual eu estava vivendo, se o tema "natal" é uma dessas mentiras, acredito eu que sim, e deixando de lado o "feliz Natal" ou essas quase conclusões sobre tudo isso, quero desejar a todos ÓTIMAS festas, que vocês aproveitem ao lado dos seus familiares e amigos, que possamos mesmo que doa conseguir ver o que esta por detrás das cortinas do mundo, mas que acima de tudo não percamos o calor humano, o calor brasileiro de estar feliz mesmo sob tantas injustiças, NUNCA deixando de brigar e NUNCA nos conformando, pois conformismo é para os fracos e nós NÃO somos fracos mesmo que "eles" preguem isso... Lutem por vocês, pela sua família, pelas pessoas que vocês amam, pois não existe vida sem amor as coisas boas da vida só são boas quando são COMPARTILHADAS.
Beijos a todos, estou muito feliz em compartilhar o que estudo com esses mais de 21 mil leitores que ja passaram pelo meu blog, espero continuar contribuindo. Que Jesus ilumine a todos, são meus votos sinceros.
Deixo 2 músicas as quais me emocionam sobremaneira e que expressam meus sinceros desejos com relação a TUDO nesse planeta.
Pri

Não vá por onde o caminho te leve, vá por onde não haja um caminho, e deixe uma trilha.
Ralph Waldo Emerson

Do not GO Where the path might lead, GO instead Where there is no path, and leave a trail
Ralph Waldo Emerson






23 de dezembro de 2011

Cosmos ENCICLOPÉDIA GALÁTICA (DUBLADO)

COSMOS - ENCICLOPÉDIA GALÁTICA
No penúltimo episódio da série, a vida extraterrestre, o grande fascínio da vida de Sagan, apresenta-se como tema. Sagan refuta alguns dos mais famosos casos de abdução, em especial o de Betty e Barney Hill. Decifrar vestígios de um "outro mundo" parece então ter um papel crucial para a investigação desses casos, e isso leva Carl Sagan a retomar a história de Jean-François Champollion, que decifrou a pedra de Roseta. Retomando o estudo da vida extraterrestre, Sagan demonstra a importância dos rádio-telescópios, em especial no caso da Mensagem de Arecibo e do programa SETI.

O Plano dos Seres Cinzas

O documentário "O Plano dos Seres Cinzas" retrata a suposta existência de seres extraterrestres que ficaram conhecidos como "grays". Conforme incontáveis testemunhas, esses seres estariam em atividade clandestina no nosso planeta abduzindo as pessoas. Os estudiosos do assunto garantem que o mundo começou a tomar consciência dessa atividade a partir dos relatos do Casal Hill, ocorrido na noite de dia 19 de setembro de 1961, numa estrada de New Hampshire (EUA). No entanto, céticos garantem que se trata de um produto da imaginação de mentes super-ativas, que ficam extremamente sugestionáveis sob hipnose, que é a forma utilizada para resgatar a memória de supostos abduzidos. 4 Capitulos realmente espantosos

Parte 01
Parte 2
Parte 3
Parte 4 final


22 de dezembro de 2011

Área 51 - EUA - Mistérios Revelados

OBS> Dica de alguém muito especial ;) Obrigada x-o
Aproveitem, ótimo documentário.
A famosa Área 51 é motivo de muitas controvérsias, desde os anos 70 quando o físico Bob Lazar (nome real: Robert Scott Lazar) revelou ao mundo que aquele local era uma base secreta do exército dos EUA que servia, entre outras coisas, para fazer engenharia reversa em espaçonaves extraterrestres adquiridas de alguma forma pelo Governo dos EUA (ele comenta que as naves eram novas, o que indica que foram dadas e não simplesmente recolhidas de locais de queda).

Aqui nesse excelente documentário, você vai ver sobre a história dele e também poderá acompanhar relatos de dezenas de pessoas sobre ocorrências estranhas na Área 51, além de fotos e vídeos, o que então fundamenta o relato de Lazar.

1 de 14


Alienígenas do Passado (Especial)

Alienígenas do Passado exploram 75 milhões de anos de provas contundentes sobre a vida dos extraterrestres no planeta Terra - desde a era dos dinossauros ao Antigo Egito, até os céus azuis de hoje do oeste do Arizona, nos Estados Unidos. Algumas teorias asseguram que os extraterrestres vêm interagindo com os habitantes da Terra no decorrer dos séculos, e que mudaram o curso da história humana.


Alienígenas do Passado - Mundos Submersos

Esse episódio sugere que várias estruturas submarinas e ruínas encontradas ao redor do globo podem ter sido usadas por extraterrestres, tais como as ruínas do templo encontradas no lago Titicaca, no Peru, as estruturas geométricas de Yonaguni, ao largo da costa do Japão, e antigos textos indianos que supostamente descrevem outras cidades submersas ainda a serem descobertas.

Legendas: Em PT-BR, para visualizar legendas, pressione o "CC" ao lado da resolução do vídeo, "360p".



21 de dezembro de 2011

A História Oculta Do 3° Reich

A fascinação de Hitler com a ascensão e queda da raça "ariana", a sua obsessão com a ordem e a disciplina, e seus messiânicos planos de controle total do Mundo... 
Desde as origens ocultas do Nazismo, até a morte de seu mentor Adolf Hitler, a ascensão da doutrina do "Socialismo Nacional" foi construída tendo como base um mundo de sinistros acontecimentos e crenças, construído através da propaganda política e manipuladora.
Agora, utilizando filmagens recentemente descobertas, os documentários Adolf Hitler, A SS Sangue e Terra e O Enigma da Suástica exploram este incrível fenômeno acontecido na Alemanha, durante as décadas de 30 e 40, e que deu origem à Segunda Guerra Mundial.
Pela primeira vez os assustadores rituais e crenças do Nazismo, como a origem da cruz Suástica e a construção do Holocausto, são explorados e desvendados para o público em 3 documentários sobre os segredos do Terceiro Reich.
 
OBS: O VÍDEO NÃO TEM 5 hrs  DE DURAÇÃO E SIM 2 hrs 32 min. o restante é repetição sem áudio, erro.

O FENÔMENO "TAOS HUM"!



"Em nosso mundo ocorrem fenômenos desconhecidos, que por mais que sejam pesquisados, não conseguem ser explicados. Esses são fenômenos "Além a Imaginação". O que será descrito a seguir, é um deles."

“The Hum”:

Segundo a Wikipédia (traduzido do original em inglês):


“O zumbido é um nome genérico para uma série de fenômenos que envolvem um persistente e contínuo som de baixa freqüência; zumbido, ruído sonoro, e não à todas as pessoas. Hum's foram reportados em várias localizações geográficas. Em alguns casos, uma fonte foi localizada.


Um bem conhecido caso foi relatado em Taos, Novo México (EUA), e, portanto, o zumbido é muitas vezes chamado a Taos Hum. Hum's têm sido notificados em todo o mundo, especialmente na Europa. Existe esse tipo de ruído sobre a grande ilha do Hawaii, normalmente relacionados com a ação vulcânica, típica da ilha, é ouvida em localidades dezenas de quilômetros de distância.

No local, com muitas mulheres Havaianas, a maior parte das vezes o ruído é somente ouvido por homens. O "Hum" é descrito na maior parte das vezes, como um soar distante do tipo de um motor à diesel com rotação bem baixa. Tipicamente o "Hum" é difícil de detectar com microfones e equipamentos de medição, e sua origem e natureza são também de localizar.”

No mundo todo em geral, é muito normal se ouvir um zumbido. Isso pode ser causado pela agressão ao ouvido após um barulho muito alto como uma explosão, o uso de algum medicamento ou através do som produzido por algum equipamento eletro-mecânico.
Normalmente o zumbido é limitado em uma pequena área e apenas naquelas pessoas que estavam presentes juntos aos eventos mencionados.

Mas e se 2% da população de alguma de algum local ou cidade ouvissem um zumbido sem motivo aparente, onde o mesmo se iniciasse e terminasse sempre nos mesmos horários?
E se esse zumbido fosse tão chato que atrapalhasse a vida de algumas dessas pessoas impedindo até que tenham uma noite de sono tranqüila, e mesmo em alguns casos, as levassem até o suicídio?

Então esse zumbido seria classificado como o "Taos Hum".
O "Taos Hum" é um som de baixa freqüência, ouvido em lugares ermos de várias partes do mundo, principalmente nos Estados Unidos da América, no Reino Unido e em países do norte da Europa.
Ele é indetectável ao microfone e à equipamentos eletrônicos dedicados à captação de ruídos.
Sua fonte é um mistério, e ninguém sabe de onde vem.






Manuscrito Voynich usado pelos Illuminati

O Manuscrito Voynich tem sido apelidado de “O manuscrito mais misterioso do mundo”. É o nome de seu descobridor, o vendedor de livros antigos e colecionador americano, Wilfrid M. Voynich, que a descobriu em 1912, entre uma coleção de manuscritos antigos mantidos em Villa Mondragone, em Frascati, perto de Roma, que tinha sido até então se transformou em um Colégio dos Jesuítas (encerrada em 1953).
Ninguém sabe a origem do manuscrito. Especialistas acreditam que é europeu baseado nos desenhos. Eles acreditam que ele foi escrito entre os séculos 15 e 17. O manuscrito é pequeno, sete a dez polegadas, mas espessa, cerca de 235 páginas.Manuscrito VoynichManuscrito Voynich

ATLANTIDA - OSNIS DAS PROFUNDEZAS

Selecionei dois documentarios sobre Atlantida ou Atlantis, e um sobre OSNIs (Objetos Submarinos Não Identificados). No primeiro (Atlantida - A Evidencia) uma pesquisadora estudo o mito de Atlantida, no segundo (Em Busca Por Atlantis) um pesquisador visita diversos locais do mundo buscando colher informações para compreender o que aconteceu no Mundo Antigo, e por final, no terceiro documentario (OSNIs Das Profundezas) ha relatos de pessoas que possivelmente avistaram OSNIs proximos ou ate saindo da agua, desde Cristovão Colombo ate os nossos dias.


Espaço Secreto 1 e 2

Espaço Secreto 1 - Os Illuminati E Sua Conquista Do Espaço é um documentário de 2 horas que EXPÕE a guerra secreta da NASA no espaço.

10 milhões de pessoas ja sintonizaram no canal ENIGMA para assistir a este especial de TV dirigido por Chris Everard que entrevistou pessoalmente Alan Bean (4º Homem na Lua), Dick Gordon (Piloto do Módulo de Comando Apollo), Walter Schirer (astronauta pioneiro desde os primeiros dias de existencia da NASA) e Dr. Edgar Mitchell - que é um astronauta da Apollo veterano e um dos número crescente de empregados da NASA, que agora estão expressando sua opinião de que os OVNIs são reais e que os Aliens podem ser numerosos no cosmos. Dirigido por Chris Everard, este documentário de duas horas expõe o fato de que o programa espacial da NASA é na verdade uma continuação dos Projetos Espaciais financiados pela Elite Real Bávara, que, sob a custódia de Hitler e Himmler planejou a viagem para a Lua e criar uma base lunar. Projeto Paperclip, os Cinturões de Radiação Van Allen e, literalmente, dezenas e dezenas de clips de OVNIs filmado a bordo do cockpit do ônibus espacial pelos astronautas da NASA faz este documentário de cinema um item de colecionador especial.



Espaço Secreto 2 - A Invasão Alienigena é ainda um outro documentário revelador sobre as conexões que ligam os extraterrestres Anunnaki e antiga Suméria (atual Iraque) com as sociedades secretas como os Illuminati.

Outro documentário do Canal Enigma com Chris Everard, Jaime Maussan, Marcus Allen, Gordon Creighton e Bob Oeschler que traz para as massas informações nunca antes vistas sobre OVNIs, Serpentes do Ceu, Os Nefilim, Os Observadores e a Irmandade Reptiliana da Serpente.

Ancestrais Alienígenas ( Documentário na Íntegra )

E se a vida na Terra começou no espaço? Milhões de pessoas
aceitam a teoria de que formas de vida inteligentes tem
visitado a Terra há milhares de anos e eram adorados como
deuses pelos homens primitivos. Monumentos como Stonehenge
e a Ilha de Páscoa seriam os últimos resquícios de uma
antiga civilização alienígena?
Baseado no controverso livro Eram Os Deuses Astronautas, de
Erich Von Daniken, a teoria dos alienígenas ancestrais tem
abalado as crenças no progresso da humanidade.
Desde inexplicáveis super estruturas, conhecimento do
sistema solar, matemática avançadíssima, desenhos antigos
de criaturas estranhas nas cavernas, restos de pistas de
pouso no Peru e textos indígenas que descrevem máquinas
voadoras dos deuses, até a capacidade dos antigos em
produzir eletricidade, entre outros, são citados por Von
Daniken como prova de que astronautas eram bem conhecidos
dos nossos antepassados, e que a humanidade não evoluiu em
isolamento, mas com ajuda de viajantes de outros mundos.
Produzido com a colaboração E PARTICIPAÇÃO exclusiva do
próprio Von Daniken, Ancient Aliens busca explorar
evidências da influência de super humanos sobre o homem
e faz novas expedições, embarcando em uma busca ao redor
do mundo para buscar e avaliar essas provas e tentar obter
respostas, concentrando-se nas descobertas dos últimos 30
anos, incluindo a até então inexistente análise de DNA e
recentes descobertas e decodificações de artefatos antigos
encontrados no Egito, na Síria e Iraque (antiga Suméria),
que podem conter a chave de muitas destas respostas.
Como todo bom documentário, em especial os do History
Channel.
Ancient Aliens (Ancestrais Alienígenas) não impõe, apenas sugere,
e chama o espectador ao raciocínio, oferecendo, para isso,
argumentos sólidos, prós e contras o tema abordado, para que
cada um forme sua própria opinião.

Ancient Aliens é uma investigação equilibrada e imparcial de
uma teoria, que alguns podem até achar que não seja verdade,
mas a verdade mesmo é que ela não pode ser ignorada!

19 de dezembro de 2011

Quem foi Albert Einstein/Einstein e os Ufos


Albert Einstein

Albert Einstein foi um físico alemão de origem judaica, naturaliza-se suíço e, posteriormente, norte-americano. Educado em Munique e na Suíça, doutora-se em Zurique em 1905. Entre os anos de 1902 e 1909 está a trabalhar num escritório de patentes em Berna, até que em 1909 consegue incorporar-se no ensino universitário, que exerce em Zurique, Praga e Berlim.

Dirige o Instituto de Física Kaiser Wilhelm e é membro da Academia de Ciências Prussiana. Em 1905 publica os seus primeiros trabalhos sobre a análise matemática do movimento de Brown, o efeito fotoeléctrico, o estabelecimento da equivalência massa-energia e a exposição dos fundamentos da teoria especial (ou restringido) da relatividade.

Estes temas vão impulsionar uma mudança espectacular e revolucionária da concepção do mundo físico baseado na geometrização espácio-temporal da física moderna. A partir de 1910 aprofunda a teoria da relatividade e, em 1916, publica o resultado dos seus esforços. Recebe o Prémio Nobel de Física em 1921. A partir de então viaja pela Europa, Estados Unidos e Ásia.

Em 1933, pela sua condição de judeu tem que exilar-se da Alemanha e instala-se em Princeton (Estados Unidos). Em 1939 adverte o presidente Roosevelt, numa famosa carta, sobre o perigo de a Alemanha se ter adiantado na descoberta das possibilidades da energia nuclear, o que propicia a realização do Projecto Manhattan (criação das primeiras bombas atómicas).

Apesar da sua contribuição para a investigação bélica, foi um pacifista militante.
Albert Einstein e os Ufos



 ..    .Semanas antes de sua morte Albert Einstein, este genio da século XX, confiou a jornalistas que o vieram interrogar sobre o misterioso problema dos OVNI's:
    "- Os discos voadores são pilotados por um povo que deixou a Terra há 10.000 anos, ele volta em peregrinação às origens..."
    Esta indicação dada por este grande sábio não foi nunca, ao menos oficialmente, explorada a fundo, e ainda hoje, a identidade dos construtores destas estranhas máquinas espaciais permanece um enigma.
    Podemos contudo confiar em Albert Einstein, no que diz respeito à sua pertubadora afirmativa; o pai da formula E=m.c² tivera acesso aos livros sagrados dos rabinos cabalistas, e por meditação, este matemático fora série compreendera muitos segredos de nossa evolução. Numerosos hedraístas pensam que foi no SEPHER BERESHITH, que Albert Einstein encontrou os elementos necessarios para elaboração de suas equações revolucionarias. Ele teria principalmente compreendido a verdadeira significação do terceiro rio sagrado paradisíaco que, em linguagem esotérica, escreve-se Hidéquel, e que os iniciados hebreus designam pelo termo de ChiDeQel.
    ChiDeQel é a potencia-total destinada a reger e a controlar a desagregação da matéria. O Livro dos Princípios ensina efetivamente que em todo fenomeno de condensação se prepara e se sucede sempre uma fase de liberação e expansão.
    ChiDeQel é, portanto, a potencia destinada a reger e a controlar esta fase.
    Os termos E=m.c² imaginados pelo matematico são a transposição da base radical de ChiDeQel que é ChaD que significa em linguagem usual: "afiado", "cortante"; portanto, em absoluto, potencia-total existencial susceptivel de dividir, de desagregar, por isso de fazer expandir-se e dividir. Este sentido é ainda reforçado pela união da primeira base a segunda: Qal, significando "rapido","leve". O "lamed" final exprime, pode-se dizer, o resultado da ação preliminar de penetração, dilaceramento expressa também pela palvra: "CheDeQ", isto é, "pontudo" e "picante". A base radical ChD = manifestação vital em ato de divisão e a base final QL significando liberação, expanção do que estava ate então, em condensação relativa. Constata-se pois que existe uma analogia profunda entre este sentido esotérico de uma parte do Bereshit e a idéia mesma da desagregação atomica.
    Se Albert Einstein compreendera o sentido oculto, esoterico da escritura hebráica, e partindo disto, imaginou a formula matematica que deu nascimento a descoberta da energia atomica, podemos portanto estar certos que tinha tambem "entrevisto" numerosos outros misterios e em particular, o relativo aos OVNI's. A identidade dos seres que pilotavam não devia mais ser um segredo para ele. (...)"

11 de dezembro de 2011

Moon Rising

Moon Rising é um filme de investigação sobre as imagens retocadas pela Nasa da Lua e de Marte. José Escamilla utilizando técnicas de fotografia, filtros e outras ferramentas submeteu essas fotos a um processo de reconstrução e descobriu coisas extremamentes interessantes. Acompanhado do testemunho e relato de outros pesquisadores bem como de parte do pessoal do Disclosure Project esse é um trabalho que além de interessante é muito bonito, revelando toda a beleza do mistério que nos têm sido ocultadas. Certamente a Lua e as estrelas sempre foram motivo de encanto e mistério para nós humanos, a questão é quando isso se torna parte de um projeto de acobertamento que envolvem governos e elites que não querem ver abaladas suas estruturas de controle.

The Lion Sleeps No More ( O leão não dorme mais ) - David Icke


I Am Not David Icke - Eu não sou David Icke. 

"David Icke marca o seu 20 º ano de descobertas de segredos surpreendentes e informações suprimidas com esta apresentação de oito horas perante 2.500 pessoas, na Brixton Academy de Londres, em Maio 2010. Ele leva a manipulação da raça humana e da natureza da realidade para novos níveis de entendimento e pede para a humanidade se levantar da sua actual posição ajoelhada e tomar o mundo de volta das garras de uma rede sinistra de famílias e de entidades não-humanas que secretamente nos controlam desde o berço até ao túmulo. David Icke ultrapassou os limites tantas vezes desde o seu incrível "despertar" em 1990 e aqui ele faz isso de novo. Sua revelação mais surpreendente é que a Terra e a mente coletiva humana são manipuladas a partir da Lua, que, segundo ele, não é um "corpo celeste", mas uma construção artificial - uma gigantesca "nave"(provavelmente um oco "planetóide ') - que abriga um grupo de extraterrestres que vem manipulando a humanidade por milênios. São oito horas que vão mudar mudar seu pensamento, sua percepção de si e do mundo e, portanto, a sua vida."
"E quando vc junta as peças do quebra-cabeça o mundo parece muito, muito diferente, quando você conecta os pontos. Porque o que o sistema quer fazer, por trás da sociedade, é fazer com que as pessoas foquem em pontos, pontos individuais como religião, família, trabalho, time de futebol ou o que for. Não há nada errado em se manter o foco enquanto você mantém também uma visão periférica e global da coisa toda, e você pode perceber que sua concentração se conecta a tudo o mais, mas não é o que o sistema quer. Ele quer a concentração em um ponto isolado para que vc não tenha uma visão ampla das coisas. Assim, nós tentamos passar pela confusão que chamamos vida. O sistema de controle coloca infinitos caminhos para nos distrair e confundir, para nos mantes afastados do entendimento que nos libertaria.

A ideia é manter a humanidade constantemente confusa, então nós não sabemos onde estamos, quem somos nós, nem mesmo o que é a realidade. Mas quando você conecta os pontos, e muitos deles não têm, aparentemente, nenhuma conecção com os outros, a luz se acende e de repente a imagem se forma. 

Porque isso vai fazer o mundo em que vivemos extraordinariamente diferente daquele que nos mostraram desde o nascimento. O elefante na sala de estar aparece quando você conecta os pontos, e é tão evidente que chega a ser ridículo. 

Mas se você não conecta os pontos não há elefante, pois você não consegue vê-lo. Esse elefante na sala de estar significa: existe uma conspiração multinível para escravizar a humanidade em algo parecido com um campo de concentração global. O truque é garantir que os escravos não percebam que são escravos para que nada façam contra sua escravidão."

David Icke






10 de dezembro de 2011

Filme: Eles Vivem

Incrível filme sobre extraterrestres vivendo no meio de nós, conspirando em sigilo para o nosso controle e escravização, e o consequente movimento humano de resistência a essa realidade. Produzido em 1988.


Nota do Life's Changing: È antigo, é...mas muito esclarecedor, vale a pena.



Filme completo - Parte 1/10




Infiltração de ETs nos governos e nas forças armadas


Camelot logo Uma entrevista com 'John Robie',
um investigador aposentado



Sentimos que podemos revelar agora que a nossa fonte foi o bem conhecido e altamente respeitado pesquisador britânico de OVNI Tony Dodd, que morreu no começo deste ano ( 2009 ), de um tumor cerebral. Ele sempre suspeitou que sua doença foi planejada e estava diretamente relacionada ao seu trabalho.
Nós o homenageamos aqui.
Por favor, clique aqui para a nossa página de homenagem a ele.
Project Camelot



"...Dos quatro grupos diferentes,  todos humanóides, um grupo era tão humano, exatamente como nós, eles poderiam se sentar ao nosso lado em um restaurante, eles poderiam se sentar ao seu lado em um teatro, e você nunca saberia."

"Esses eram os que mais preocupavam os almirantes e generais. Que esses caras poderiam estar caminhando para cima e para baixo nos correodres do quartel general da SHAPE... ou no Pentágono... ou na Casa Branca.
"
De nossa primeira entrevista com Bob Dean (Parte 1, 22:23 mins)
_____________________________
Após a publicação desta entrevista, mais informações sobre este assunto tem vindo em nossa direção. Também fomos informado, em termos inequívocos, de que estas informações são extremamente perigosas de se conhecer ou revelar.
Por isso, convidamos você, leitor, para copiar e distribuir essas informações amplamente na internet, contando que elas permanecem inalteradas.
Temos chamado a nossa fonte de John Robie, após o carismático personagem interpretado por Cary Grant no filme clássico de 1955, To Catch a Thief (Para Pegar um Ladrão). O seguinte diálogo foi por e-mail. Verificamos a identidade e a boa fé da nossa fonte.
_____________________________Por favor nos diga um pouco sobre você.
Vamos apenas dizer, para o registro, que eu sou aposentado de um grande governo ocidental. Tenho contatos em algumas altas esferas e tenho investigado as áreas de que Bob Dean falou por muitos anos, em muitos países

Jake Simpson: O maior dos segredos


Camelot logoNo regresso à Europa, depois da Conferência NEXUS 2008 na Austrália, voamos de Sidney para a Tailândia, para visitar um amigo próximo que vive na ilha de Koh Samui. Samui é bem conhecida como uma encruzilhada de viajantes internacionais, também é um lugar onde um número de exilados de toda as nacionalidades se estabeleceram.
Lá tivemos a boa sorte de encontrar Jake Simpson (um pseudônimo acordado). Passamos  vários dias com ele e começamos a conhecê-lo e a família dele muito bem. A estória dele, que ouvimos em detalhes, foi uma das mais importantes e interessantes que já mais tinhamos ouvido.
Por razões que se tornarão óbvias, estavamos em princípio bastantes incertos em liberar tudo isso. Depois de muito pensar, e fazer mais consultas com Jake, decidimos tornar essa informação disponível. Assumindo que seja verdade - e acreditamos que é - não podería ser mais significativa. Ele se encaixa em tudo que sabemos. E, em muitos aspectos, desejaríamos que não o fosse.
Muito do que se segue é pouco crível, assim isso pode ser a melhor defesa dele. Aqueles que escolherem não acreditar em toda essas informações podem relaxar - apenas um pouco e talvez por pouco tempo - com a certeza de que nenhuma delas podem ser provadas. Para benefício daqueles cujo trablalho é monitorar essa informação, não temos qualquer documentação de qualquer espécie. Estamos contentes, contudo, de considerar Jake como um amigo próximo. Estamos absolutamente certos que ele é exatamente quem ele diz que  é e falamos com um número de pessoas que o conheciam por muitos anos.
No relatório que se segue, citações exatas escritas pelo próprio Jake são apresentadas identadas e em itálicos, como nesse parágrafo de fechamento.

8 de dezembro de 2011

Alex Collier, falando

"APOIE E DIVULGUE"


------------------
Alex Collier em entrevista feita por Shiny Demise

Alex Collier em entrevista feita por Shiny Demise (completa) from fabioibrahim1 on Vimeo.

Solicitação de apoio para Alex Collier


Caros amigos e leitores, semana passada, um contato no Facebook me enviou um link para informações postadas em um blog chamado The Blog Revista Unicus site, dirigido por uma pessoa chamada Robert Stanley, que tem um programa de rádio local na Estados Unidos e também é uma pessoa muito perto de Alex Collier. Esta publicação é a seguinte:
---

Projeto de assistência Alex Collier


do site: O Blog Revista Unicus
por: Robert Stanley
Atualização de 01 dezembro de 2011


Milhões de pessoas em todo o mundo têm ouvido o meu amigo Alex Collier falando sobre o bom o mau e o feio - verdades sobre alienígenas. No entanto, a maioria não sabe o preço que Alex teve de pagar para aparecer em público com essa informação. Nos últimos anos ele tem sido incapaz de encontrar trabalho por causa da reputação que tem como uma "conspiração" sobre o tema extraterrestre. Esta situação também tem contribuído diretamente para a deterioração de seu casamento e vida familiar. Ele realmente precisa de ajuda neste momento para se levantar.





Em dezembro de 2011, Alex criou uma conta PayPal para receber fundos eletronicamente.


Você pode enviar suas doações via PayPal para a contaIvanhoe1818@live.com
Ou se preferir, você pode enviar uma ordem de dinheiro usando o seguinte endereço:

Alex Collier
PO Box 795
M Orrison, CO 80465




PO Box 795
M Orrison, CO 80465




Em 28 de outubro de 2001, Alex foi convidado no meu show chamado The Hour Radio Unicus . Naquela época, eu pedi com urgência para as pessoas que conhece e respeita Alex, ao redor do mundo, que colabore para apoiá-lo. Mesmo que algumas pessoas já ofereceram o seu apoio, a situação continua grave. Ele tentou encontrar trabalho nos últimos anos, sem muita sorte a esse respeito. Esta é uma mensagem que recebi dele em 29 de novembro de 2011:


Bob,
Quando dormindo em um trailer sem calor, toda a ajuda é bem vinda.
Orações, boas vibrações, as doações, o que quer...
Tenho esperança que esta escuridão é pouco antes do amanhecer, meu amigo.
Estou muito, muito cansado ...
Alex.
Nota final O Blog Revista Unicus
---


Pessoalmente, quando eu ouvi isso fiquei tão improvável quanto desconsertante.Como entrei em contato imediatamente com Audra (ex-esposa de Alex Collier) e algumas pessoas que têm sido mais a cerca dele todo esse tempo, incluindo Michael Salla, Instituto Exopolitics presidente no Havaí e entrei em contato com Rick Keefe e o mesmo Rob Stanley. Do citados, recebi uma resposta quase todos, exceto de Rick Keefe, no momento, todos concordam com o mesmo e eu reafirmou a posição do Sr. Alex Collier.

Pelas palavras de Audra própria, até agora, parece que eles estão reconciliando-se e dando uma oportunidade como um casal novamente. No entanto, a situação econômica precária do Sr. Alex Collier não mudou muito.

Portanto, quero por este meio, solicitar sua colaboração para apoiar a quem durante muitos anos, tem dado a cara na frente da batalha a nível público para expor muitas questões que têm proporcionado uma visão mais iluminada e muito mais esclarecida sobre nossas origens, intervenção extraterrestre na história humana e modus operandi da oligarquia e da elite. Pessoalmente, eu considero o Sr. Alex Collier como um amigo e uma espécie de mentor e que eu estou preocupado e estarei apoiando-o incondicionalmente.

Este tem sido levantada na vida do Sr. Alex Collier, talvez deveriam fechar todas as bocas aqueles que, dizem quaisquer informações infundadas que é dedicado a entrevistas de Alex Collier, cobrado tanto como conferências e também provavelmente ganhar milhões com seus "livros" que entre muitas outras coisas estúpidas, são ditas sobre ele, sem realmente conhecê-lo.


Agradeço a todos aqueles que estão dispostos a ajudar da maneira que puderem.

Baixe o arquivo de instruções para fazer uma doação por PayPal.com

www.megaupload.com/?d=A7ZTZ8SU

Fonte: http://www.shinydemise.com/#ixzz1ftwLSGxc


**********

Tradução aqui:

http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=es&tl=pt&u=http%3A%2F%2Fwww.shinydemise.com%2F%23axzz1fthna7H4
Blog: fabioibrahim.blogspot.com

Nota do Life's Changing: Eu não tenho como confirmar a veracidade do fato de o Alex estar vivendo precariamente ou não, também não estou fazendo propaganda dele ou de sua situação financeira, eu particularmente não tenho como e não posso doar nada, vou deixar o texto exatamente como o encontrei sem mudar uma palavra mesmo  que algumas pessoas discordem, mesmo não tendo como provar a veracidade do que foi dito no texto, gosto muito do Alex e acredito piamanente nos seus relatos, independente do que foi aqui escrito, espero do fundo do coração que isso seja um engano e que se for verdade, orarei para que Alex consiga dar a volta por cima, pois ele é um grande ícone para quem estuda ufologia e quer aprender, e sempre colaborou com informações riquíssimas para nós leigos no assunto. 

Cairo é Marte...?




O verdadeiro segredo das pirâmides refere-se a uma ciência vinda de um outro mundo?

Em 820 d.C., a dar-se crédito aos relatos dos contistas árabes, a grande pirâmide possuía seu revestimento de pedra calcária, o qual trazia em sua superfície numerosos símbolos de cores diversas, verdadeiras obras-primas de conjunto.

Ninguém sabia então de que lado se encontrava a entrada. Os iniciados árabes sabiam que o monumento abrigava sob a sua massa imponentes câmaras secretas que encerravam uma revelação sobre-humana: os Arquivos científicos do homem antediluviano, lá depostos pelos sábios da Atlântida. Não se afirma que a planta de Chéops foi desenhada por um dos maiores inspirados da Bíblia: Enoch, que subiu ao céu em um carro de fogo?...

Os mais sábios peritos consideram que o Egito do tempo dos faraós devia alimentar mais de 10.000.000 de habitantes e possuir máquinas de grande potência e de uma perfeição desconhecida agora, para poder levar a bom termo trabalhos gigantescos.

Esta riqueza da terra dos faraós, encontramos prova dela na Bíblia, no capítulo 13 do Gênese (10) no qual Moisés escreve:

"Loth ergueu os olhos e viu toda a planície do Jordão que estava inteiramente irrigada, antes que o Eterno tivesse destruído Sodoma e Gomorra, era como um jardim do Eterno até Tsoar, como o país do Egito".

Quando o sucessor de Harum-al-Rachid, El Mamun, chegou ao poder, os Grandes Mestres Árabes o iniciaram em sua doutrina. Estes últimos sabiam a que se ater quanto à destinação primeira da Grande Pirâmide.

Eles confiaram a El Mamun a missão de penetrar no interior do monumento. Nesta época, numerosos textos escritos concernentes à estrutura do edifício existiam ainda, pois não se entenderia como os operários do califa, que fizeram saltar o

revestimento de pedra na face norte, deram tão depressa com a entrada real, que nada podia revelar-lhes. O grés, o calcário e o granito foram abertos ao nível da sétima assentada, e a verdadeira "porta" está ligeiramente mais abaixo, o que prova que os trabalhos se apoiavam em um conhecimento profundo da planta do monumento. Malik al Aziz tentou, em 1196, com dezenas de milhares de homens 25 destruir a "pirâmide vermelha". Guardemos este nome. Depois de vários meses de esforços, o monumento nem parecia sequer arranhado.

El Mamun e Malik al Aziz procuravam nessas duas construções um segredo conhecido por raros iniciados. Os dois filhos do Oriente, o país das lendas que revelam com poesia os antigos conhecimentos, não ignoravam nada dos "misteriosos tapetes voadores", que outrora evoluíram nos céus da Ásia Menor.

Um autor espiritualista de além-Atlântico, que parece muito bem instruído sobre o problema das civilizações desaparecidas e sobre a origem dos Engenhos Espaciais de Proveniência Desconhecida, revela em As Moradas Secretas do Leão, uma obra muito documentada e apaixonante por mais de uma razão, que um "vimana" do passado foi enterrado há mais de quatro mil anos perto de Chéops. Este engenho munido de um gerador da energia-mãe, teria por missão reforçar certas radiações
telúricas negativas que começavam a desaparecer neste ponto do mundo.

O que não disse o sábio Abade Moreux 
Duas grandes linhas de força cruzam-se sob a Grande Pirâmide. O abade Moreux, esse maravilhoso e discreto erudito, deixou-nos a prova disso sem fazer nenhum comentário, sob a forma de duas cartas que ilustram seus livros: Os Enigmas da Ciência, pág. 13, e A Ciência Misteriosa dos Faraós, pág. 20. (Estas duas obras foram editadas pela casa Gaston Doin).

Quem dominasse a Pirâmide podia controlar todas as atividades do homem à superfície da Terra, e "telecomandar" à distância não importa que organização humana onde quer que ela estivesse. O comportamento de uma civilização depende em grande parte da influência das correntes telúricas que a condicionam, essas correntes percorrem o solo, e são consideradas as veias de Géia.

O enigma do 30° paralelo. A noção de centrais energéticas espalhadas pela superfície da Terra e atuando sobre a evolução da humanidade é conhecida de todos os ocultistas. A Grande Pirâmide
foi uma, e sua posição geográfica sobre o 30° paralelo merece que a analisemos.

Parece, com efeito, que o globo tenha sido dividido outrora em seis zonas principais. Por exemplo, se do alto de Chéops nos deslocamos 60° para leste, constatamos com surpresa que caímos sobre Lhassa, a capital do Tibet, o "Teto do Mundo" onde desde tempos imemoriais se perpetua a mais alta iniciação.

Se, ao contrário, nos deslocamos para oeste, este deslocamento de 60.° nos conduzirá desta vez para um ponto do oceano Atlântico, cujas coordenadas são as seguintes: 30° de longitude oeste por 30° de longitude norte. Sob 2.000 metros de água repousa ali Poséidonis, a Cidade de Portas de Ouro, capital da Atlântida.

Continuemos nossa exploração para oeste, e ainda uma vez chegaremos ao limite dos 60°. Este passeio nos permitirá cavalgar a vôo de pássaro as pirâmides maias do 26 Yucatan.

A terra era outrora cinturada por "condensadores" de energia que fecundavam o espírito das raças em plena evolução. Essas potências radiantes captam talvez ainda os eflúvios nascidos dos quanta psíquicos mantidos pelas grandes religiões. O enigmático 30° paralelo, não nos esqueçamos, viu nascer todas as grandes organizações místicas e seus profetas.

O 30° paralelo: Mu, Yucatan, Atlântida, Chéops, Lhassa 
Modelado por um cataclismo gigantesco, nosso globo esconde agora sob os oceanos ou sob milhares de toneladas de terra, segredos que pertencem a uma raça de homens desaparecida.

Atlantes — pirâmides — e migrações humanas

A Tradição Rosa-Cruz conta que em certas épocas grupos de adeptos emigraram para um planeta vizinho. O relato detalhado dessas migrações é conservado nos livros secretos da Ordem. Todas as espécies de tradições convergem para uma certeza: várias migrações interplanetárias se realizaram no passado, e a última partida se deu de Gizé mesma.

Paul Brunton ensina-nos em Egito Secreto que com freqüência, do deserto, perto das pirâmides, a maior em particular, testemunhas percebem sempre "uma chama pequena, que se transforma de repente em uma coluna azulada", que gira em torno dos monumentos. O dr. Abbate Pacha, ex-vice-presidente do Instituto Egípcio e um outro membro do Instituto, sr. William Grog, viram por diversas vezes esse misterioso OVNI evoluindo muito perto do monumento de Chéops.


Cairo é Marte...


Voltemos a Malik al Aziz e à sua idéia de destruir a "Pirâmide Vermelha". Como se sabe, em astrologia, o vermelho é a cor simbólica do planeta Marte. Ora, a capital do Egito chama-se Cairo; nome que se escreve em árabe "El Kaher" e que designa nesta língua o mesmo planeta Marte! Malik al Aziz era um iniciado, que tanto quanto Walter Bryon Emery desejava descobrir um fio de Ariadne que o levasse para vestígios arqueológicos originários de um outro espaço. Imhotep, o sábio, viria do planeta de canais intrigantes? Walter Bryon Emery e o prof. Luís Alvarez talvez no-lo digam algum dia destes.

4.NOS ESCRITOS DO PASSADO: A PROVA DE QUE RELAÇÕES 

INTERGALÁCTICAS EXISTIRAM NA AURORA DO MUNDO27

Sem contestação, a escrita é a primeira das formas de evolução das grandes civilizações. Graças a ela, possuímos arquivos históricos referentes ao problema dos OVNI, que vêm juntar-se às provas arqueológicas que já conhecemos. Recorrendo aos textos do passado, podemos compreender de maneira perfeita a evolução do fenômeno no curso dos anos. Os autores e os historiadores antigos nos legaram, em suas obras, provas indiscutíveis de que os discos-voadores sulcaram os nossos céus, há dois mil anos!

Textos sânscritos, várias vezes milenários, como o Samarangana Soutradhara, dão uma descrição pitoresca de máquinas voadoras existentes entre os povos civilizados com o fim de garantir as comunicações entre os continentes, e de presidir à manutenção da ordem, talvez mesmo para a realização de grandes expedições inter-astrais.

O Samarangana Soutradhara, que é uma coletânea de antigos manuscritos, consagra duzentas e trinta páginas ao sistema de construção de engenhos voadores, esses fabulosos vimanas, que se elevavam verticalmente e podiam voar milhares de quilômetros. Suas possibilidades eram muito grandes, eles evoluíam a grande velocidade e em grandes altitudes, escapando aos olhares das pessoas que estavam no solo. A laje de Palenque, que nos oferece o esquema de um deles, dá aos técnicos de nossa era o plano de um engenho voador rico em pormenores. Uma outra coletânea, o
Samar, afirma que os vimanas não eram produtos de imaginação poética, mas engenhos que funcionavam com potência latente do mercúrio quente. Teremos de voltar a esta definição, quando passarmos em revista os futuros veículos cósmicos estudados atualmente em nossos modernos laboratórios terrestres. Quando estavam no espaço, os vimanas não tinham asas, sustidos unicamente pela força que emitiam.
Nos livros esotéricos são enumerados quarenta e nove tipos de "Fogos propulsivos".
Estes estavam ligados a fenômenos elétricos e magnéticos. Os veículos celestes da Índia
antiga escapavam da atração terrestre e transportavam tripulações perfeitamente protegidas.

Como nossos enormes cargueiros, ou os "soyouz" soviéticos atuais, cada aparelho tinha um nome particular. Em tabuinhas védicas, fala-se do "Vimana Agnihotra" com dois fogos de propulsão posteriores.

Os contatos aparentemente, nesta longínqua época, os habitantes da Terra estavam acostumados a
receber visitas permanentes de seres originários de outros planetas. Relações contínuas existiam entre todos os povos do universo. Certos engenhos construídos em nosso planeta atingiam as regiões solares. Seu nome era "Suryaman-dala". Outros empreendiam cursos ainda mais distantes, para as estrelas, suas proporções eram enormes, e viajavam além do sistema solar. Eram chamados "Naha-satramandala". 28

fonte: http://www.cubbrasil.net/ebooks/OVNIETs.pdf